Encontros de Cultura Popular

Os Encontros

Outra atividade importante do Ponto de Cultura foi a realização dos Encontros de Cultura Popular, espaços para a produção de conteúdo digital a partir de apresentações ao vivo. Acreditamos que estas apresentações, além de possibilitarem o registro das produções dos artistas da região e a realização de atividades de formação em software livre como ferramenta de produção audiovisual, contribuem grandemente para a mobilização da comunidade ao valorizar o trabalho dos artistas e o convívio da comunitário no espaço público da praça.

Em 2006, como primeira atividade do recém criado Ponto de Cultura, foi realizado o Iº Encontro de Cultura Popular de Pilar do Sul; nele aconteceram oficinas, projeção do filmes e apresentações musicais com artistas de importância nacional ligados à SOSACI. Neste Iº Encontro o Ponto se revelou ao município enquanto participante do programa Cultura Viva (Ministério da Cultura do Brasil) e estimulou a população pilarense a participar das atividades propostas pelo Ponto de Cultura para os anos posteriores. Como ainda não tínhamos muito contato com os artistas pilarenses, o Iº Encontro se caracterizou por apresentar uma programação composta quase que exclusivamente pelos artistas de fora da cidade convidados pela SOSACI.

Já no II° Encontro em 2007, com maior enraizamento na cidade e com um maior conhecimento sobre a comunidade pilarense adquirido através de nossos trabalhos de pesquisa histórico-cultural e dos registros dos artistas locais realizados durante todo o ano de 2007, o Ponto de Cultura procuro privilegiar as apresentações de artistas locais através da proposta de Palco Livre. Essa iniciativa nos revelou a imensa diversidade cultural de Pilar do Sul, marcada pela presença do Cururu, da Moda de Viola, da Catira, dos diversos Sanfoneiros, além de artistas plásticos e poetas. O IIº Encontro de Cultura Popular também foi marcado pela primeira e bem sucedida iniciativa do Ponto de Cultura em transferir seu Estúdio Multimídia para a praça pública e realizar a gravação ao vivo das apresentações do evento. Nesta oportunidade foram coletadas cerca de 40 horas de material de áudio e 30 horas de material de vídeo.

Infelizmente em 2008, por desentendimentos e desacordos de ordem política entre o Ponto de Cultura e a antiga administração pública, que tentava de todas as formas se utilizar das ações do Ponto de Cultura com explícitos fins eleitoreiros, não foi possível a realização do IIIº Encontro naquele momento. No entanto, se por um lado a não realização do encontro frustrou grande parte do setor artístico e cultural do município, por outro possibilitou que o Ponto de Cultura desenvolvesse com a comunidade uma discussão sobre a necessidade de se desenvolver o trabalho cultural pela via de políticas públicas e de forma não personalista.

Em 2009, com os recursos recebidos do prêmio Areté, realizamos nosso III° Encontro. Nesta edição conseguimos envolver fortemente a comunidade artística pilarense desde o processo de capitação de recursos e organização do evento até as atividades de produção e apresentações artísticas. Além das diversas apresentações de artistas da cidade e da região, tivemos também a ilustre presença de Inezita Barroso e a apresentação da Orquestra Multivozes do Ponto de Cultura. Esta orquestra, formada por mais de 60 músicos pilarenses, é um dos principais resultados conseguidos pelo Ponto de Cultura com os cursos de formação musical que vem sendo desenvolvidos desde 2006.

Licença Creative Commons
O trabalho site/acervo digital de Ponto de Cultura Pilar Cultural foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em termos-de-uso.

Gostou do nosso trabalho? Colabore!!!

Faça uma doação e ajude a continuar o desenvolvimento deste site

e do acervo digital do Ponto de Cultura.

Desenvolvido com Drupal